Buscar
  • Maicon Ferreira

MPF pede intervenção federal em reserva indígena do Guarita


Foto: Brigada Militar/Divulgação

O Ministério Público Federal (MPF) divulgou uma nota oficial referente aos recentes conflitos na reserva indígena do Guarita, em Redentora. Recentemente, o atual Cacique, Carlinhos Alfaiate, sofreu um ataque em sua residência e o MPF requisitou a instauração de um inquérito policial, no âmbito criminal, para apurar os autores do ataque. Além disso, o MPF também encaminhou um pedido à Presidência da República solicitando a intervenção federal, com o objetivo de garantir a segurança da comunidade.


Confira a nota na íntegra:


Sobre o conflito pela disputa da liderança da reserva indígena do Guarita iniciado desde o mês de 09/2019 e os atos de violência em curso naquela comunidade, o Ministério Público Federal (MPF) vem a público informar o seguinte:


No mês de setembro de 2019 chegou ao conhecimento do MPF a informação do surgimento de uma nova crise pela disputa da liderança da Terra Indígena do Guarita, acompanhado de notícias da prática de diversos atos de violência, agressões e ameaças no âmbito daquela comunidade.


Nesse sentido, no intuito de arrefecer os ânimos e evitar o agravamento e evolução da crise realizaram-se, ao menos três reuniões, nas datas de 04/10/2019, 09/10/2019 e 16/10/2019, com os grupos envolvidos, isolada e conjuntamente, no intuito de mediar um acordo entre os grupos dissidentes, porém sem êxito.


Sobre essas tentativas de mediação, especialmente sobre a última do dia 16/10/2019, diante da intenção manifestada pelos grupos dissidentes de tentarem chegar a um consenso, oportunizou-se prazo até 04/11/2019 para que tentassem chegar a um consenso, momento em que frisou-se aos grupos envolvidos a necessidade de manterem a harmonia na comunidade evitando que novos atos de violência, agressões, ou ameaças voltasse a ocorrer.


Infelizmente, um dia após a realização dessa reunião, chegaram ao conhecimento do Ministério Público Federal informações sobre o acirramento dos ânimos na TI Guarita, o que ensejou a realização de contatos com a Delegacia de Polícia Federal em Santo Ângelo/RS, para garantir a segurança na comunidade, sem prejuízo de anteriores contatos realizados com a Brigada Militar com o mesmo propósito.


Logo na sequência, no dia 19/10/2019 chegou ao conhecimento do Ministério Público Federal, o incêndio e ataque ao Cacique Carlinhos Alfaiate e sua residência, o que demandou o imediato contato com a Superintendência da Polícia Federal em Porto Alegre/RS requisitando reforço e apoio de efetivo policial no local.


Além das providências anteriormente informadas, o Ministério Público Federal requisitou a instauração de inquéritos policiais, também conduzidos pelo Departamento de Polícia Federal para, no âmbito criminal, apurar as responsabilidades pelos crimes praticados.

Finalmente, o Ministério Público Federal informa que encaminhou pedido de intervenção federal endereçado à Presidência da República a fim de garantir e preservar a segurança e integridade dos integrantes daquela comunidade.


*Folha do Noroeste

copyright © 2019 RÁDIO AVENIDA FM - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Erval Seco-RS.

Contato 55 3748 1048

Whats 55 9 9180 6332